PMAP-SC inicia coleta de dados por meio de tablets

21/09/2017

PMAP-SC inicia coleta de dados pesqueiros por meio de tablets.

Desde o início de setembro, o PMAP-SC começou a empregar uma nova tecnologia para registrar as entrevistas realizadas com os pescadores artesanais e industriais de Santa Catarina. Os tradicionais formulários em papel foram substituídos por tablets.

Para isso, foi desenvolvido o ProPesqMOB, uma nova versão do ProPesqWEB, o sistema de banco de dados utilizado no projeto. Os registros sobre produção, esforço e áreas de pesca são efetuados diretamente nos equipamentos que, periodicamente, transmitem as informações via internet para os servidores situados na base do projeto, em Itajaí. Após serem conferidos e avaliados pelos supervisores, os dados ficam automaticamente disponíveis para as análises e para divulgação na forma de valores agregados via Portal PMAP-SC, sempre preservando o sigilo das fontes consultadas. 

Essa nova fase do projeto promete agilizar ainda mais os trabalhos, eliminando a etapa de digitação e arquivamento de formulários. Apenas nos primeiros doze meses do PMAP-SC foram impressos, coletados e processados mais de 59 mil formulários. A nova tecnologia também reduz a possibilidade de erros causados na interpretação dos registros escritos ou mesmo na digitação, aumentando ainda mais a confiabilidade dos resultados.