PMAP-SC é prorrogado por mais dois anos

04/09/2018

Em julho de 2018 a Petrobras e a Univali assinaram um aditivo contratual assegurando a continuidade do monitoramento pesqueiro em Santa Catarina por mais dois anos.

A versão original do projeto previa que a coleta de dados sobre a produção pesqueira artesanal e industrial seria realizada em todo o litoral ao longo de 24 meses, entre agosto de 2016 e julho de 2018. Com o aditivo, os trabalhos serão estendidos até julho de 2020.

Além da continuidade do monitoramento pesqueiro, também serão mantidos nesse novo período a caracterização socioeconômica e o cadastramento de pescadores, embarcações, infraestruturas de apoio e entidades ligadas direta ou indiretamente à atividade pesqueira.

A continuidade do projeto possibilitará um conhecimento muito mais detalhado das características da pesca marinha catarinense, incluindo as suas particularidades e variações ao longo da costa e do tempo.